0

Vai reformar trocar as portas e janelas da sua casa?

Às vezes acontece. A gente resolve comprar nossa casa e, por causa do orçamento, acaba comprando uma que tem alguns detalhes a melhorar. Uma porta empenada, um descascado na parede, piso danificado, telhado precisando trocar as madeiras – ou as telhas. Enfim, coisas que vemos todo santo dia por aí. Passa um pouco de tempo, seu orçamento se regulariza e você resolve: “vou reformar essa casa”. Você chega até a pensar naquela porta de alumínio branco pivotante maravilhosa que viu na novela outro dia!


Mas todo mundo sabe que mexer com reforma é a chance perfeita pra dor de cabeça chegar e não ir embora mais. Achar bons pedreiros, bons preços, bons materiais, evitar desperdícios e roubos... É muito complicado – sem contar que você vai querer acompanhar a obra de perto e talvez não vá poder por causa do seu trabalho. Será que tem solução pra isso? Tem sim, e a gente vai fazer sobre isso agora. 

Ajuda de quem entende

A primeira coisa com que se preocupar é o material e, pra isso, você precisa definir o que vai fazer. Talvez sua intenção seja mudar a casa toda, mas pode ser que não caiba no orçamento. Então vá por partes: vai pintar? Quantos cômodos? Qual a área total a ser pintada? Vai trocar portas e janelas? Quantas? Por que tipo de portas e janelas? Talvez portas e janelas de alumínio? Vai trocar no piso ou só corrigir falhas? O que vai precisar gastar com isso?




Nem sempre a gente tem conhecimentos suficientes pra definir tantas respostas com a precisão necessária, e é nessa hora que chamamos um bom arquiteto, ou engenheiro. “Ah, mas é um profissional caro!”. Sim, o trabalho de um bom profissional nem sempre tem um valor do tipo “bom e barato”, mas vamos combinar que essas duas coisas juntas... não existe. Além do mais, sempre temos aquele conhecido que conhece um arquiteto que já quebrou um galho pra ele, não é? Se informe e ache um profissional qualificado que possa, pelo menos, te dar uns toques – inclusive sobre a margem de material a mais, já prevendo algum desperdício.

É bom ter a planta baixa da casa em mãos, para ele saber onde ficam as colunas e definir onde pode e onde não pode ser mexido. Isso é importante, especialmente se você pretende quebrar alguma parede. Estamos falando da sua segurança e da sua família aqui, ok? Não arrisque fazer a casa cair na cabeça dos seus, olha lá!

Isso resolvido, faça de três a cinco orçamentos. Isso vai permitir que você negocie preços com os gerentes.

Pedreiragem!

Já sabe o que vai fazer? Já sabe quanto vai custar? Hora de achar os pedreiros. Normalmente os melhores são encontrados por recomendação de pessoas conhecidas. Sempre tem aquele vizinho que mexeu com obra há pouco tempo e pode te indicar os contatos do pessoal que ele contratou. Mas também existem aqueles indicados pelas próprias lojas de material de construção.
Se você resolver instalar portas e janelas de alumínio, é quase certeza de que a própria loja indicará profissionais que fazem a instalação com o capricho que este tipo de material pede. Convém pedir indicações a eles.

Importante: defina com a equipe de pedreiros e mestre-de-obras os prazos para cada etapa da obra. Isso evitará que a obra se prolongue por tempo indeterminado (como vemos tanto por aí) e você tenha dor de cabeça com a bagunça interminável da casa. 
Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails