0

A casa é nova, o problema não


Oiii genti, post novo!!

Mudar para uma nova casa é uma experiência muito legal. Não digo sobre a ação de fazer a mudança em si (tarefa que divide muito os gostos das pessoas), mas quando pensamos em nos ajeitar em novos cômodos ou trazer para casa novas mobílias. Talvez para os mais jovens, comprar um sofá ou um armário novo não signifique a mesma coisa do que para uma dona de casa. Mas nada que seja um problema ou situação ser estudada, apenas uma característica comum, de quem prioriza outras coisas nessa fase da vida ou que simplesmente nem pensa nessas coisas.
E pensando nisso, é claro que com o tempo as prioridades mudam e com o amadurecimento, muita coisa em casa acaba ganhando mais importância. Mas longe desses assuntos que não se encaixam com o nosso artigo, temos que pensar principalmente em todas as coisas importantes que movem a mudança para a nova casa. Por isso, vamos destacar algumas coisas merecem ser abordadas mais adentro.

Medindo os lados

Esse tópico pode parecer um pouco comum, e de certa forma até ingênuo, mas você ficaria surpreso em descobrir o quanto de mulheres acabam usando essa questão, como forma de renovar seus móveis sem precisar insistir para seus maridos. A situação é o seguinte:
Vocês estão procurando uma nova casa para alugar, mas você sabe que para mudar de casa, também será necessário a troca de alguns móveis que já ultrapassaram o seu tempo de vida ou que simplesmente você não quer levar para a nova casa (e não adianta tentar explicar isso pro marido ou pra quem tiver em casa, porque realmente é difícil de convencer que certos móveis já deram o que tinha que dar). Pensando em toda situação, a jogada é fazer as medições erradas para na hora da prática, “acidentalmente” os móveis ruins não se encaixarem com os cômodos.
O resultado é a renovação automática desses móveis ou então, um quarto ou uma sala sem qualquer configuração que faça sentido, dependendo de como seu marido reagir ao saber que as medidas não se encaixaram. 
Mas para casos comuns, onde a necessidade supera o gosto e vaidade, existe ao menos uma forma de ganhar alguns metros. Já imaginou como seria encaixar uma porta-balcão na sala que tem uma abertura estreita, ou na cozinha que fica apertada do lado da lavanderia? Pois é, o resultado prático desse investimento se sai muito mais útil do que pode parecer a ideia.

Só muda o endereço

Mas para outros móveis, não tem porta que resolva. Principalmente para quartos, sempre acontece de um armário de parede ou aquele gaveteiro/ rack de TV não cooperar e todo o seu plano para o quarto ir por água abaixo. O pior de tudo é quando a compra é feita para a casa nova, e depois do resultado você fica com aquela cara e pensamento de que fez meleca.

Uma dica que não chega a ser uma dica, mas que é sim uma solução antes dessa compra, é comprar um daqueles móveis embutidos com cama e tudo mais, até porque, muitos deles se completam em conjunto, mas tem a liberdade de serem usados separadamente, facilitando toda instalação no cômodo. Se tiver uma outra ideia, boa sorte, o que não pode acontecer é cancelar a mudança por causa desse tipo de problema.
Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails