1

Conversando sobre sexo com seus filhos

Não é nada fácil falar sobre sexo com os nossos filhos não é mesmo?!
Porém esta é uma conversa inevitável, principalmente qdo os pimpolhos estão chegando a tão temida adolescência.
Gente eu confesso que foi díficil pra mim, mas depois foi um alívio, pois ficou tudo mto esclarecido e agora não falamos mais nada escondido, cenas de sexo na Tv, não é mais um sufoco pra trocar o canal, enfim....a conversa é inevitável e tem de partir de nós que somos pais, até pq este diálogo amplia a confiança entre nós, pois nossos filhos não irão recorrer aos amigos em busca de informações, mto menos recorrer a prática antecipada.



1. Mantenha a calma
É normal ficar ansiosa ou nervosa. Você não é a primeira mãe, ou pai a sentir isso - e não será a última (o). Em vez de tentar escapar da pergunta, tente colocar na própria cabeça o quanto é importante para seu filho ter uma resposta.

2. Responda apenas o que for perguntado
Não se sinta obrigada a dar muitos detalhes. E entenda o que seu filho quer saber. Ao perguntar de onde vem, por exemplo, ele pode apenas querer saber se veio de outra cidade, como algum coleguinha da escola. Por isso, antes de responder, descubra o que ele sabe e o que está tentando descobrir.

3. Tem hora certa pra falar de sexo?
Sim. Às vezes, a criança faz uma pergunta num local ou num momento inadequado. Não é preciso responder na hora. Mas garanta a ele que vai responder depois. As crianças também não gostam de falar de sexo a qualquer hora e na frente de qualquer um. Não tenha medo de perguntar ao seu filho como ele se sente mais confortável.

4. Não se preocupe se não souber a resposta
É impossível saber tudo. Em vez de disfarçar, chame seu filho para procurar a resposta com você. Se o assunto não for adequado para a idade dele, diga que a dúvida é boa e que vai pesquisar. Não o faça pensar que a pergunta é errada ou boba.

5. Seja paciente
As crianças fazem muitas perguntas e podem querer saber a mesma coisa várias vezes. Não fique frustrada ou brava: dê a resposta sempre que for necessário. Quando uma pergunta se repete, é sinal de que a criança está confusa sobre o assunto.

6. Dê a entender que você sabe o que está falando
Tudo que você se recusa a falar fica na cabeça dos seus filhos, tanto quanto aquilo que é dito. Se você demonstrar-se pouco à vontade, seus filhos vão perceber e saberão que essa é uma maneira eficaz de incomodar você. Então, mostre-se confiante na hora de falar sobre esse assunto.

7. Não faça suposições
Não importa se seus filhos são pequenos ou crescidos: eles farão perguntas sobre sexo. Isso não significa que estão fazendo alguma coisa ou que tenham interesse em fazer. É simplesmente uma pergunta. Se você já tirar suas conclusões e começar a fazer sermão, eles não irão mais procurar você para obter informações ou conselhos.

Importante NÃO MINTA, lembre-se, a omissão em determinadas idades é necessária.

Esta conversa é importante principalmente para ampliar o elo de confiança entre nós pais e os nossos filhos.
Comentários
1 Comentários

1 comentários :

Amélia Calórica disse...

Vann assista Confiar , um filme que fez co9m que eu e marido tenhamos cada vez mais a certeza que temos que ser amigos dos nossos filhos, conversar sobre tudo , enfim eu adorei o filme e foi muito bom porque pude conversar com minha filha e com o meu filho sobre... aqui tb senti aliviada , hoje conversamos sobre tudo seja de forma séria e]ou meio brincadeira... bjs dani

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails